quarta-feira, 3 de novembro de 2010

permita-se.

pelo menos uma vez, permita-se esquecer de tudo. esqueça quem te fez mal. esqueça quem te fez sofrer. esqueça os rios de lágrimas derramadas. esqueça a altura que você estava quando o tombo aconteceu. esqueça as promessas de que nunca mais iria se deixar levar. esqueça a armadura usada por tanto tempo.
pelo menos uma vez, permita-se fingir que é a primeira vez. diga 'eu te amo' como se nunca tivesse sido magoado. cantarole ao mundo o quanto é bom se sentir querido. grite aos quatro ventos o que tiver vontade, sem se importar com quem vai ouvir.
as pessoas não são as mesmas, a situação não é mais a mesma, os sentimentos não são mais os mesmos. e o mais importante: você não é mais o mesmo. aproveite o fato do mundo girar e de quando menos se espera, a felicidade está ai, te esperando na piscina.

pra você, obrigada. ♥

Um comentário:

  1. Ou, esperando na Bahia, na Barra do Sargi... Em qualquer lugar. Gostei muito, Liih!

    Beijos.

    ResponderExcluir