sexta-feira, 19 de novembro de 2010

'welcome to the candyshop


é trapaça, eu sei. quebrei minha palavra, aquela que nunca imaginaria. como uma gota caindo do céu, foi impossível conter.
você deveria ter me conhecido naquela época. época que eu ainda não era uma trapaceira de marca maior. deveria ver o que promessas haviam me feito, no que eu havia me tornado. aposto um doce que não era nem um pouco parecida com o que sou agora. aposto a doceira inteira que teria se apaixonado por mim naqueles dias.
porque agora é trapaça. todas as minhas juras de ódio eterno parecem se diluir. toda a infelicidade que transbordava agora parece ter secado. tudo que havia prometido não parece mais ter sentido.
e já que é pra desistir de tudo que foi dito anteriormente, que seja direito. conquiste meus dias. esteja ao meu lado quando eu pedir e principalmente, mas principalmente mesmo quando eu não pedir. cante para eu dormir e se espante com minhas caretas. não me divida com ninguém, se caso for! me faça esperar, mas não muito. já esperei muito até você aparecer. aposto todos os doces do mundo que te faço feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário