terça-feira, 21 de dezembro de 2010

meu herói


você sabe o que dizem sobre os heróis, certo? não? bem, eu explico. o que todos dizem é que cada herói possui um defeito que será sua ruína. eu tento não pensar nessa ruína como meu fim exatamente. mas tenho que admitir, não sou muito bom em bloquear pensamentos ruins.
e para cavar ainda mais fundo o meu buraco, tenho um milhão de defeitos. mas nenhuma ideia sobre qual seria o causador do meu incrível fiasco. pode ser o meu orgulho. os deuses sabem o quanto é difícil reconhecer um erro e voltar atrás. talvez eu irrite algum monstro realmente perigoso e ele me coma. simples assim.
pensando melhor, talvez minha lealdade seja tão forte que acabe se tornando algo ruim. sou capaz de ir até o tártaro se for para salvar aqueles que amo. talvez tanta lealdade desmedida seja a toa, no fim das contas.
mas sinceramente, acho a esperança irremediável meu real problema. quando ninguém mais acredita, eu estou lá. quando todos desistem, eu continuo brigando. quando não há mais nada pelo que lutar, eu encontro um outro caminho. isso vai acabar me matando um dia desses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário