domingo, 20 de março de 2011

oth.


Incrível como minha vida virou de cabeça para baixo de uns tempos pra cá. E incrível como eu vivo nesse paradoxo gigante que ela acabou se tornando. Não me lembro exatamente de quando isso aconteceu. Pode ser que tenha sido quando eu te conheci. Deus sabe o quanto isso mexeu com tudo que eu sabia e acreditava. Talvez tenha sido quando você me deixou. Meu sorriso se perdeu e eu soube que aquilo seria um divisor de águas. Pode ser que tenha sido quando eu percebi que vivia muito bem sem seu amor. Ou então, foi quando eu entendi o que isso significaria para mim. E pensando agora, todas as causas teriam a ver com você. Por mais difícil que seja admitir, eu só tenho certeza disso: você mudou a minha vida de maneiras inimagináveis e inigualáveis. Só não sei até que ponto é algo saudável.
Às vezes eu penso que você não sabe a dimensão do que eu sinto. Talvez não entenda porque eu preciso tanto te ver quando tenho várias pessoas a meu redor que dariam tudo para estar no seu lugar. E cá entre nós, se soubesse e respeitasse meu amor, me provaria que o merece. As palavras, à essa altura, já se foram.

'- Que tal outro modo de mostrar? Eu não estou te afastando (...). Eu quero ficar com você até o fim da vida, mas eu preciso que você me precise de volta.'

3 comentários:

  1. Maravilhoso!
    Tem muito a ver com meu momento...

    ResponderExcluir
  2. OTH

    ps: você excluiu meu outro comentário?

    ResponderExcluir
  3. qual outro comentário? não exclui nada, ainda mais seu.
    senti saudades.

    ResponderExcluir